Daniel Coelho na direção nacional do PSDB 

O PSDB realizou neste sábado sua convenção nacional, que conduziu o senador mineiro Aécio Neves à presidência nacional da legenda. No evento, além das esperadas confirmações dos deputados federais Sérgio Guerra como presidente do Instituto Teotônio Vilela e Bruno Araújo como um dos vice-presidentes da sigla, uma surpresa para Pernambuco: a escolha do deputado estadual Daniel Coelho como coordenador de Sustentabilidade e Meio Ambiente do partido.



A partir dessa convenção, o PSDB decidiu reestruturar a legenda, acabando com as secretarias e criando em seu lugar as coordenadorias de área. Como coordenador de Sustentabilidade e Meio Ambiente do partido, Daniel ganha também uma cadeira na Executiva Nacional da legenda, restrito colegiado composto por apenas 25 membros do partido – Daniel é o único deputado estadual da sigla a integrar a Executiva.



"O desafio agora é construir as mais avançadas propostas na área ambiental que poderão fazer com que o Brasil aproveite todo o seu potencial, coisa que os governos do PT não conseguiram", destacou Daniel, lembrando que um de seus desafios à frente da coordenadoria será "unificar as políticas ambientais do partido nos Estados", consolidando o que, futuramente, deve estar presente no programa de governo do PSDB.

O nome de Daniel para a Coordenadoria de Sustentabilidade e Meio Ambiente e, consequentemente, para a Executiva Nacional, foi uma escolha do próprio Aécio Neves. Desta forma, sem abrir mão das forças que o PSDB compõe enquanto legenda, como é o caso da ala paulista do partido, o novo presidente tucano mostra estar apostando fortemente na renovação de quadros no partido.